SP FLIM – O método

O Leica TCS SP8 SMD pode ser fornecido com detectores espectrais (SP) FLIM. Já não são mais necessários filtros de emissão na frente dos detectores de FLIM. Isso garante uma flexibilidade muito maior ao projeto do ensaio.

O assistente SMD FLIM permite a fácil seleção da faixa de detecção de FLIM e a preparação automatizada de pilhas lambda de FLIM.

Características especiais

  • A completa liberdade espectral na seleção da faixa de detecção de FLIM permite a melhor adaptação às propriedades de fluorescência da amostra
  • A dimensão de informações adicionais permite a separação de vários corantes com espectros ou tempos de vida em sobreposição
  • Otimização de ensaios FLIM-FRET
  • Reconhecimento de estados metabólicos por caracterização de autofluorescência
  • Assinatura do tempo de vida espectral: Identificação dos modelos característicos de tempo de vida – comprimento de onda

Liberdade espectral com SP FLIM PMTs

 

Os SP FLIM PMTs, integrados no módulo SP da cabeça de varredura, garantem o melhor ajuste para as condições experimentais e remoção de autofluorescência. O espectro de luz de fluorescência é emitido por um prisma e atinge o detector. Os dispositivos deslizantes do espelho na frente do detector, controlados por computador, selecionam a faixa de comprimento de onda de interesse. Isso dá liberdade e flexibilidade para escolher a faixa de detecção espectral para FLIM.

Uma nova dimensão do conhecimento – pilhas lambda de FLIM

 

Dentro do assistente SMD FLIM, os detectores SP FLIM são usados para a aquisição automatizada de pilhas lambda de FLIM. Isso significa que uma série de imagens FLIM é adquirida em bandas de emissão espectral selecionadas. Os espectros de emissão do tempo de vida são especialmente úteis para a caracterização e identificação de autofluorescência ou macróforos novos, para a melhor separação de corantes com propriedades semelhantes, e para a identificação dos estados de conformação e agregação de cromóforos.

wrap =