Microscopia de superresolução Leica: Em colaboração com ganhadores do Prêmio Nobel

A microscopia de superresolução supera o limite de difração da luz e permite aos investigadores estudar estruturas subcelulares em mais detalhes do que é possível com um microscópio confocal. São possíveis resoluções de até 20 nm; em biologia, isso representa o comprimento de 10 proteínas médias de ponta a ponta ou 60 pares de bases de DNA. Com a introdução do primeiro microscópio de superresolução em 2004, e agora os nossos Leica TCS SP8 STED 3X e Leica SR GSD 3D, a Leica Microsystems revolucionou as oportunidades de pesquisa em ciências biológicas que permitem fazer novas descobertas nos domínios da virologia, neurociências e câncer. Fiel à crença de Ernst Leitz "com o usuário, para o usuário", a Leica Microsystems foi pioneira em superresolução, colaborando estreitamente com cientistas de renome como o Prêmio Nobel Stefan Hell, assim como com parceiros do setor. Essa abordagem melhora continuamente o desempenho dos nossos sistemas de microscopia de superresolução. Com 10 anos de experiência no setor, atualmente oferecemos mais do que produtos excelentes: Nosso compromisso com elevados padrões de serviço e suporte também é uma prioridade principal da Leica Microsystems.


Simulation of red and green entities organized in two rings as seen at different levels of resolution. Data courtesy of Remko Dijkstra, Scientific Volume Imaging Deconvolution powered by Huygens - SVI


Produtos de superresolução da Leica Microsystems

Nenhum produto encontrado