Larva de drosófila. Preparação de amostras e criação de imagens por Andres Käch O espécime é cortesia do grupo do Prof. Damian Brunner, Instituto de Biologia Molecular, Universidade de Zurique, Suíça. Visível: músculo, vilosidades e organelas celulares (por exemplo, mitocôndrias)

Por que fratura por congelamento e gravação por congelamento?

  • Fratura por congelamento é a técnica de quebrar um espécime congelado para revelar suas estruturas internas. 
  • Gravação por congelamento é a sublimação do gelo de superfície sob vácuo para revelar detalhes originalmente ocultos da face fraturada.

Essas são as técnicas mais sensíveis para preservação dos mínimos detalhes de microscopia eletrônica de transmissão (TEM) e crioanálise de microscopia eletrônica de varredura (SEM). No Laboratório de Ciências, você encontra uma introdução à fratura por congelamento e à gravação por congelamento.

Por que o Leica EM ACE900?

O Leica EM ACE900 é um sistema de preparação de amostras de ponta. Execute fratura por congelamento, gravação por congelamento e revestimento por feixe eletrônico das suas amostras em UM só instrumento.

Use revestimentos mistos de metal/carbono por feixe eletrônico de alta resolução com crioplatina giratória para qualquer análise TEM e SEM oferecendo opções flexíveis de sombreamento. 

Com bloqueio de carga para amostras, transferência de navalhas e válvulas de gaveta para cada fonte de feixe eletrônico, o instrumento pode ficar sempre sob vácuo garantindo condições de trabalho rápidas e limpas.

Este instrumento certamente se tornará sua ferramenta de processamento de amostras para microscopia eletrônica.

Pesquisa sem limites

O sistema de fratura por congelamento Leica EM ACE900 apresenta um conceito redesenhado de resfriamento, micrótomo, blindagem, feixes eletrônicos e bloqueios de carga, e oferece uma conexão Leica EM VCT500 para proteção da amostra durante todo o processo de trabalho de crioSEM.

Incorporado em uma interface de usuário moderna que remove as barreiras de operação.

Obtenha novas perspectivas

  • Biologia: membranas, bactérias, organelas celulares, proteínas
  • Indústria: produtos cosméticos, alimentos, medicamentos
  • Pesquisa de materiais: emulsões, polímeros, camadas de limite, nanoestruturas, cristais líquidos

Frature suas amostras por congelamento para TEM (técnica de réplica) ou crioSEM (com o sistema de transferência Leica EM VCT500).

Alta reprodutibilidade, alta proteção do espécime

Uma combinação perfeita de automação e operação manual (fratura) torna a preparação altamente reprodutível e flexível.

Todos os parâmetros relevantes são registrados.

Crioblindagens grandes, obturador da amostra, transferência de amostras otimizada e criomicrótomo garantem a mais alta proteção das suas amostras.

Sem barreiras à operação - Interface de usuário intuitiva e atraente

O Leica EM ACE900 torna a tecnologia de fratura por congelamento e gravação por congelamento uma aplicação de rotina no seu laboratório.

Conectividade

Encaixe o sistema de criotransferência a vácuo Leica EM VCT500 no seu Leica EM ACE900!

Um encaixe do Leica EM VCT500 pode ser diretamente acoplado ao Leica EM ACE900.

Com o obturador Leica EM VCT500, os espécimes podem ser transferidos entre os instrumentos em condições perfeitas para o exame final de crioSEM. 

Obtenha imagens da mais alta resolução em apenas algumas horas.

Operação rápida

Processe suas amostras com rapidez com bloqueios

  • de carga para fontes de feixes eletrônicos
  • porta-amostras
  • navalha

Não é necessário esperar até a formação de vácuo.

Responsabilidade ambiental

Nossos sistemas de preparação de amostras para microscopia eletrônica satisfazem não só as mais elevadas exigências técnicas e ergonômicas, mas também são projetados para ter um impacto ambiental mínimo.

O que isso significa para o Leica EM ACE900?

  • O consumo de LN2 durante o resfriamento foi reduzido em aproximadamente 87% em comparação com instrumentos anteriores.
  • O consumo de LN2 para o trabalho crio por hora foi reduzido em aproximadamente 58% em comparação com instrumentos anteriores.
  • O tempo de resfriamento para operação foi reduzido em aproximadamente 33% em comparação com instrumentos anteriores.
  • O tamanho reduzido do instrumento reduz os custos de embalagem, envio e transporte.
  • O sistema de gestão ambiental DIN EN ISO 14001 foi implementado.

Agimos com responsabilidade e obtivemos a certificação DIN EN ISO 14001 para Gestão Ambiental em 2015.