Leica DVM6 Microscópios digitais Produtos Início Leica Leica Microsystems

Não procure. Encontre!

Microscópio digital Leica DVM6

DVM6

Sim. O Leica DVM6 oferece uma taxa de imagem ao vivo de 30 quadros por segundo (fps), ou mais, e um atraso mínimo de imagem de 0,2 segundo. Você pode deslocar a amostra e observar a imagem exatamente como está acostumado a fazer com um microscópio tradicional com oculares.

Não é preciso se preocupar o Leica DVM6 usa lentes objetivas corrigidas PlanApo com alto poder de resolução (relacionadas com a abertura numérica [AN] das lentes). Isto torna o Leica DVM6 perfeitamente adequado para as tarefas para as quais foi designado.

Não. Esta é uma das maiores vantagens dos microscópios digitais: Você pode ver a imagem no monitor de imediato e decidir rapidamente se está boa o suficiente. O Leica ajuda você ainda mais, pois define automaticamente as melhores configurações e mostra 6 diferentes posições no monitor. Com um clique, você pode escolher a opção que seja mais adequada às suas necessidades. Para análise e medição de imagens, o Leica DVM6 possui diversas funções de software que facilitam o seu trabalho. Um exemplo é que você pode exportar a imagem com dados de medição para um modelo de relatório.

É mais fácil manusear um microscópio digital que um microscópio tradicional. Usuários inexperientes, em particular, podem obter imagens de uma amostra de forma mais fácil e rápida. A principal razão é que leva tempo para acostumar-se a configurar e ajustar o microscópio, e também de visualizar a amostra através das oculares.

Em princípio, a imagem é a mesma. Pode haver uma diferença no campo de visão dependendo do tipo de câmera digital e oculares em questão; portanto, depende de qual microscópio tradicional está sendo usado para comparação.

Há, no entanto, uma importante diferença: a observação da amostra através de oculares binoculares de um microscópio estéreo oferece a percepção de profundidade que não se consegue alcançar diretamente com uma imagem em 2D de um microscópio digital. Para compensar, o software Leica LAS X do Leica DVM6 forma imagens topográficas em 3D da amostra através da função z-stacking, alternativamente. O z-stacking grava imagens em vários planos focais através da altura de um recurso da amostra ou de toda a amostra. O software, então, calcula automaticamente a topografia 3D da estrutura de superfície da amostra.

Não, a câmera é integrada e não pode ser trocada.

  • As 3 objetivas do Leica DVM6 oferecem uma faixa de ampliação total de 10x até 1,760x 
  • A mesa de amostra possui um alcance X-Y de 70 x 50 mm
  • A mesa suporta amostras de até 2 kg
  • O microscópio possui uma distância de trabalho de até 60 mm

O microscópio digital é um aparelho de fácil instalação e operação. Você pode começar a gravar imagens após estas cinco simples etapas:

  • Tire da embalagem o microscópio e o computador que o acompanha
  • Conecte a fonte de alimentação do Leica DVM6
  • Conecte o microscópio e o computador com um cabo USB
  • Coloque as lentes objetivas no lugar
  • Inicie o software Leica LAS X

Sim, você pode. O cabeçote do Leica DVM6 pode ser continuamente inclinado até +60° ou -60° a partir de sua posição neutra vertical, enquanto a mesa de amostra pode girar continuamente +180° ou -180° no plano horizontal. A inclinação e rotação ocorrem excentricamente, o que significa que a imagem está focalizada. Uma vez a amostra estando em foco, ela permanece no foco e no campo de visão em qualquer ângulo de inclinação ou rotação desejado no alcance possível. Mesmo ao trocar as objetivas, não é necessário fazer ajustes – uma imagem focalizada da amostra permanece na tela, independentemente do ângulo de inclinação ou rotação.

Você pode recuperar de forma fácil e rápida os parâmetros e configurações codificados, o que é especialmente válido para tarefas repetitivas em que sejam importantes a análise confiável da imagem e a reprodutibilidade para um fluxo de trabalho eficiente. 

Um microscópio é “codificado” quando seu hardware está em direta comunicação com o software do computador e quando valores específicos de parâmetro são monitorados e salvos como dados de imagem. Esses parâmetros específicos são definidos e, portanto, designados como valores de parâmetro codificados. Para o Leica DVM6, os parâmetros codificados incluem configurações da objetiva, da câmera e de iluminação, a posição da mesa de amostra e o ângulo de rotação (tanto o movimento manual quanto o motorizado!). 

O Leica DVM6 não é idealmente projetado para visualizar amostras biológicas devido à sua intensa iluminação integrada. Essa iluminação pode aquecer significativamente amostras biológicas visualizadas que são, com frequência, sensíveis a alterações de temperatura e podem ser danificadas ou alteradas severamente.

O Leica DVM6 foi projetado para uma rápida aquisição de imagens de alta qualidade para fins de análise e inspeção na garantia ou controle da qualidade (CQ/GQ), análise de falhas (FA), ou pesquisa e desenvolvimento (P&D). A maioria das amostras normalmente são materiais em estado sólido, geralmente feitos de ligas metálicas, cerâmica, minerais, ou polímeros. Elas podem variar de amostras menores e mais delicadas, como células fotovoltaicas, até amostras maiores e mais robustas, como wafers ou peças e componentes de produtos. Para saber se o Leica DVM6 atende às suas necessidades específicas de aplicação, entre em contato conosco. Nossa equipe de especialistas em aplicação pode esclarecer suas dúvidas.

Você consegue trabalhar mais rápido, pois as etapas fundamentais do fluxo de trabalho padrão para controle de qualidade, inspeção ou análise de falha de peças são simplificadas. Após posicionar manualmente uma amostra , você pode posicioná-la para o ajuste de foco fino com apenas um clique. Desta forma, é fácil e rápido encontrar um ponto de interesse. A ampla escala de zoom de 16:1 auxilia na investigação de amostras de forma mais detalhada, mais rápida e conveniente. Ao inclinar o cabeçote do microscópio e girar a mesa de amostra, a amostra fica focalizada e no campo de visão, além de permanecer alinhada ao eixo ótico. Mais ainda, o software Leica LAS X ajuda a acelerar o processo. Se desejar obter uma imagem topográfica da superfície da amostra, isso poderá ser feito através da função z-stack com apenas um clique.