Pesquisa de câncer

O câncer é uma doença complexa e heterogênea causada por células com deficiência na regulação do crescimento. Mudanças genéticas e epigenéticas em uma ou em um grupo de células prejudicam o funcionamento normal e resultam em um crescimento celular descontrolado e na proliferação.

A aquisição de imagens tornou-se uma ferramenta essencial no estudo da biologia do câncer. A aquisição de imagens de alta resolução é indispensável para o estudo de mudanças na sinalização genética e celular subjacentes ao câncer, enquanto que a aquisição de imagens de células vivas é crucial para uma compreensão mais profunda da função e mecanismos da doença. As técnicas de microscopia também são essenciais para o estudo de relações espaciais entre os diferentes tipos de células tumorais. Elas também são importantes para compreender a função do sistema imunológico em combater células cancerígenas. Para isso, os pesquisadores confiam na aquisição de imagens multicoloridas para uma taxa mais acelerada de descobertas.

Entre em contato conosco!

Nossos especialistas em soluções para aplicações de pesquisa de câncer estarão à sua disposição para oferecer conselhos.

Desafios ao usar a aquisição de imagens para estudar o câncer

Card Icon

Óptima resolução temporal e espacial

A pesquisa de terapias para o câncer requer, frequentemente, a combinação da microscopia de fluorescência e ensaios funcionais inovadores. Com uma resolução temporal e espacial otimizada, os pesquisadores podem monitorar eventos dinâmicos em células vivas, como a migração de células e metástases. Esses processos dinâmicos estão no centro do desenvolvimento do câncer.

Card Icon

Visualização em tempo real

Compreender esses processos tem sido desafiador devido à dificuldade de visualização do comportamento da célula tumoral em tempo real. A aquisição rápida de imagens por períodos prolongados tende a vir com um sacrifício: resolução mais baixa ou, mais frequentemente, danos aos seus preciosos espécimes. O desafio é encontrar a técnica e o sistema de aquisição de imagens que ofereçam a você os melhores dados com a mais alta resolução, enquanto mantêm as células vivas, para que você possa acompanhar os processos de interesse.

Multiplexação para compreender os mecanismos da doença

A microscopia de fluorescência multicolorida, com base em confocalidade ou campo amplo, é uma ferramenta fundamental para compreender o contexto espacial, a colocalização e a proximidade de diversos biomarcadores ao se estudar eventos complexos, como a imunossupressão ou a angiogênese. Esse objetivo pode frequentemente ser desafiador, pois há limitações relacionadas ao número de fluoróforos que se pode distinguir com sucesso usando essa abordagem de "multiplexação". Felizmente, existem sistemas e estratégias de aquisição de imagens inovadores para aprimorar a separação de fluoróforos (por exemplo, o FluoSync - uma abordagem otimizada para a aquisição de imagens fluorescentes simultâneas, por multiplexação, usando uma única exposição) e aumentar o número de amostras fluorescentes até o necessário para o seu experimento.

Cancer Research Products

Filter by Area of Application
Imaging Microhub Mica

Mica

Mica Tudo de que você precisa para permitir descobertas, de forma unificada em um único sistema fácil de usar. Análise simultânea de campo amplo de quatro cores, resolução confocal, sustentada por IA.

Como encontrar as ferramentas certas

O câncer é complexo e requer uma miríade de métodos que incluem a aquisição de imagens resolvidas espaço-temporalmente, de espécimes vivos e de células individuais. Mais percepções de processos celulares relacionados ao câncer provavelmente surgirão de métodos com a maior resolução possível e da análise de imagens multiparamétricas. Abordagens como a microscopia confocal de fluorescência permitem o estudo de alvos múltiplos dentro de tecidos de estruturas celulares.

Técnicas de aquisição de imagens avançadas, como a super-resolução ou, mais recentemente, a aquisição de imagens de tempo de vida ou folha de luz, o ajudam a compreender melhor as interações moleculares e mecanismos reguladores por trás do início do tumor, de sua progressão e da resposta ao tratamento.

A microdissecção a laser ou a microscopia correlativa de luz e eletrônica (CLEM) permitem o estudo de estruturas receptoras espaciais em membranas e a organização genômica em núcleos de células.

instrumentos relacionados

Multiplex Imaging Reveals Survival Markers after Cancer Care

Colorectal cancer is a high incidence and high mortality cancer. Currently, postoperative chemotherapy benefits only a minority of patients, and thus, new tools are necessary to screen patients and identify those at increased risk. Tissue samples from hundreds of patients were analyzed using Cell DIVE’s multiplex imaging to reveal the fine cellular determinants of survival following cancer treatment. 

Read More

Tumor MHC Expression and Intralesional IL2 Response in Melanoma

Genomics profiling and Cell DIVE multiplex imaging allows researchers to understand the immune cell phenotypes that most strongly predict response to IL2 immunotherapy in melanoma patients suffering metastasis.

Read More

Hyperplex Cancer Tissue Analysis at Single Cell Level with Cell DIVE

The ability to study how lymphoma cell heterogeneity is influenced by the cells’ response to their microenvironment, especially at the mutational, transcriptomic, and protein levels. Protein expression studies offer the most relevant information about the nature of cellular interactions and protein expression levels. A hyperplexed workflow can be applied for studying multiple proteins from the same cancer tissue.

Read More

Interessado em saber mais?

Fale com nossos especialistas. Ficaremos felizes em responder todas as suas dúvidas e preocupações.

Fale conosco

Você prefere consultoria pessoal?